Seguidores

domingo, 26 de agosto de 2012

O Famoso JAL CARTUNISTA (José Alberto Lovetro) Entrevistado Por Virginia de Mauro a Lully

Jal, o amigo dos artistas gráficos Cartunista, presidente da associação da categoria e um dos criadores do Troféu HQMix, ele ainda traz de volta o imortal Amigo da Onça Aos 15 anos de idade, José Alberto Lovetro, o Jal, já sabia que iria trabalhar com desenho. Começou a fazer uma espécie de fanzine na escola e até criou personagens. Aliás, na Escola Estadual Padre Manuel da Nóbrega, onde ele estudava, despontaram vários desenhistas ao mesmo tempo. Em outras salas de aula, na mesma época surgiram Angeli, Petchó, Luscar e Toninho Mendes

                                (JAL Entrevistado Por Virginia de Mauro a Lully de Beto Carrero)
O currículo de Jal é extenso. Começou a publicar na Folha de São Paulo, em 1973, um personagem de quadrinhos chamado Zélio, o Repórter (sem saber que esse nome era o mesmo do irmão do Ziraldo). Depois publicou na Editora Abril (revista Crás), TV Tupi (fazia os desenhos de apresentação do programa Os Trapalhões e efeitos especiais), jornal The Brazilians da comunidade brasileira em NY, revista Visão, revista Arigatô da comunidade japonesa, chargista do jornal DCI - Diário Comércio e Indústria, SBT, TV Manchete, O Pasquim, TV Cultura (Programa Catavento), Editora Ebal (revistas Klik e Gripho), Editora Press (Monga), TV Bandeirantes (Programa Ferreira Neto), TV Gazeta/SP (TV MIX com Serginho Groisman), Rádio USP (Rádio Pirada), Rádio Tupi (Programa Artigo Primeiro), TV Globo (vinhetas em animação), O Estado de São Paulo (chargista), revista Semanário (coluna de humor), Veja (vinhetas), Penthouse, Sexy e ainda foi professor de quadrinhos na ECA-USP.

                                                      (JAL e Serginho Groisman)
Ganhou vários salões de humor no Brasil e foi um dos 15 melhores cartunistas no concurso do jornal Asahi Shimbum (12 milhões de exemplares/dia) em 1981. Ganhou o Troféu Vladimir Herzog de Direitos Humanos pelo trabalho de charge e a produção do boneco de Teotônio vilela na Campanha Diretas-Já, em 1984. Escreveu o livro Como votar certo (2000) com Jorge Sá de Miranda. Atualmente, mantém uma empresa de comunicação com Gualberto Costa. Com ele, escreveu o livro A história do futebol no Brasil através da Charge (2005) e criou o Troféu HQMIX, tido como o Oscar dos quadrinhos e que chegou a sua 18ª edição este ano. É presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil - ACB, fundador da Associação Mercosul de Humor e outros acordos internacionais. Publica na revista Sem Fronteiras (circulação na Holanda e Bélgica) e mantém um Fotoblog. Na conversa a seguir, ele fala sobre o Troféu HQMix, sobre a ACB e sobre O Amigo da Onça, personagem criado por Péricles Maranhão e publicado na revista O Cruzeiro a partir da década de 1940. Hoje, Jal tem os direitos de publicar novas histórias do famoso personagem.

                                                 (JAL ao lado de Pelé e Mauricio Araújo de Sousa, ou Mauricio de Sousa, (Santa Isabel, 27 de outubro de 1935) é o criador da Turma da Mônica que é um sucesso. Um dos mais famosos cartunistas do Brasil, criador da "Turma da Mônica" e membro da Academia Paulista de Letras.)

Como surgiu o Troféu HQMix? O Troféu HQMIX foi criado dentro do programa TV MIX, na TV Gazeta de São Paulo, com apresentação de Serginho Groisman e Astrid Fontenelle, em 1986/87. Tínhamos uma coluna sobre quadrinhos e humor gráfico ao vivo e achamos que deveria haver um troféu com o perfil dos grandes troféus internacionais. A idéia era mostrar e valorizar a produção de quadrinhos e humor gráfico no Brasil como forma de divulgação dessa área. Funcionou. Hoje estamos em seu 18º ano e somos internacionalmente reconhecidos como o maior troféu da América Latina na área. Will Eisner, Millazo e Neil Gaiman já vieram pessoalmente receber seu troféu. A importância do HQMIX vai além de apenas uma premiação dos melhores lançamentos do ano feita pelos profissionais dos quadrinhos e humor gráfico. Reúne editoras e desenhistas de onde saem novas publicações e serve de parâmetro de mercado para as editoras. Teses premiadas conseguiram ser publicadas, produções independentes conseguiram ser editadas profissionalmente e desenhistas que ganharam como revelação são hoje sucesso no mercado. Agora entra em nova fase, na qual vai promover discussões de mercado editorial e mercado de trabalho. São mais de mil profissionais que votam em todo o Brasil com auditoria do Dr. Edwin Ferreira Britto do Tribunal de Ética da OAB. Hoje, o HQMIX é responsabilidade da Associação dos Cartunistas do Brasil e Instituto Memorial das Artes Gráficas do Brasil.

3 comentários:

jorge bohaczuk disse...

Parabéns Virginia de Mauro, pela entrevista com este magnífico artista.
Um beijo.
Jorge Bohaczuk.
http://desenhosjorge.blogspot.com.br

GILSON MARQUES disse...

amiga vc é 10 virginia de mauro !!!!!!!!!!!!! sucesso ao JAL CARTUNISTA (José Alberto Lovetro} gilson marques radialista

janderson coimbra disse...

PARABÉNS AMIGO JAL !!!! VC TEM MUITO TALENTO E SEU TRABALHO É MUITO LEGAL.......PARABÉNS PELA ENTREVISTA VIRGINIA , TUDO DE BOM PRA VCS E QUE DEUS ABENÇOE SEMPRE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...